sábado, 29 de abril de 2017

Resenha: Alma Gêmea - Ana Ferrarezzi

Título: Alma Gêmea
Autor: Ana Ferrarezzi
Páginas: 296
Edição: 1ª
Editora: Autografia
Ano: 2016
Gênero: Romance/Sobrenatural


Sinopse: Lá, no meio da Floresta Amazônica, há uma tribo lendária – A Tribo Curupira. Joaquim encontra essa tribo em meio a suas expedições. Uma tribo que guarda o segredo de uma planta capaz de transportar algo pelo tempo e espaço. Uma erva perigosa quando não utilizada com cuidado. Ao entregá-la o Pajé fez um alerta.
Joaquim entende o risco, aceita a responsabilidade, mas jamais poderia imaginar a extensão das palavras desse sábio Pajé.
Letícia encontra uma erva em um saco de veludo azul. Decide toma-la. Então encontra-se em 1906, em um corpo diferente. Não sabe como veio parar nesse tempo, nem tampouco entende como veio parar na França, testemunhando o vôo de consagração de Santos Dumont. Então ela conhece Joaquim.
É uma bela história sobre o poder do encontro entre duas almas gêmeas, que vivem em épocas diferentes, mas que tiveram a chance de se encontrar através da erva sagrada da Tribo Curupira.

A cada livro que leio de Ana Ferrarezzi, fico mais encantada. A autora de O Velho Vestido de Noiva (resenha aqui), Imprevisibilidade (resenha aqui) e Entre o Sol e a Lua (resenha aqui), traz em Alma Gêmea, uma trama envolvente que, literalmente, fará você viajar no tempo.

Floresta Amazônica, Brasil - 1906.
Joaquin é um engenheiro português que tem como hobby o estudo de plantas desconhecidas. Numa de suas expedições se depara com uma curiosa planta, que, é claro,  lhe prende a atenção. Notou que aquela flor azul sofria pela falta de luz do sol, e já estava com algumas de suas folhas amareladas. Ao reposicionar os galhos sofreu uma queda, bateu com a cabeça em uma raiz, atordoou-se e machucou o pé. Uma névoa embaçou sua visão, que em seguida identificava uma silhueta. Um humanoide com cabelos vermelhos e pés virados confundia sua mente. A criatura o levou até a Tribo Curupira, onde Joaquim é curado com a raiz da amarga flor. E, descobre que a misteriosa planta é capaz de transportar o espírito, o corpo e a mente para qualquer lugar, através do tempo.
Após muita insistência, pôde levar consigo uma amostra da planta milagrosa.

Rio de Janeiro, Brasil - 2015
A psicóloga Letícia vive em um relacionamento fadado ao fracasso. Certo dia, em seu escritório, em mais um longo dia de trabalho, depara-se com um pacote um tanto peculiar. Dentro dele, uma espécie de erva com aroma de canela agrada seu olfato. Mais tarde, Letícia ferve um chá daquela erva com o aroma tão agradável. Canela, cravo e flores. Adormece e é transportada para outro século, onde desperta em outro corpo.

Giverny, França - 1906
Uma voz feminina acorda Letícia, agora Clarice (ou Françoise), como aquela voz a chamava em francês.

Em um determinado momento, nestes tele transportes, Letícia e Joaquim vão se esbarrar. E à partir daí, meus leitores, segurem o coração!

A história que Ana criou aqui, me lembrou, vagamente o filme "A Casa Do Lago" (também sobre um grande amor que nasce em épocas diferentes), que, à propósito, eu amo. Então, o que dizer do livro? Amei cada capítulo.


"Encontrei o homem da minha vida, mas o perdi no passado."

Um amor capaz de ultrapassar as barreiras do tempo. Um amor que nasce em épocas diferentes, e, que desafia o destino. 

Separados pelo tempo, Letícia e Joaquim lutarão para ficar juntos em meio a percalços, intrigas, fatalidades, vingança e sedução.

Com uma narrativa, em terceira pessoa, que intercala passado e presente, mesclando folclore com o sobrenatural (como em Entre o Sol e a Lua), a autora nos conduz a uma viagem no tempo em busca da "alma gêmea" em quarenta e três capítulos que você simplesmente devora.

A diagramação é muito formosa. Achei que a editora Autografia fez uma bela edição. 
Sem contar que o exemplar chegou com uma linda ecobag. Tem como não amar?




Como já sabem, Ana Ferrarezzi é minha escritora preferida. Seus livros são espetaculares. Acho a escrita da autora fascinante. Alma Gêmea foi o quarto livro que li de AnaE, a cada livro que leio da autora recomendo mais e mais.










2 comentários:

  1. Olá Luana,

    A autora Ana Ferrarezzi sempre me surpreende com sua escrita repleta de fantasia, misticidade e sempre tão envolvente!
    Alma gêmea é uma excelente leitura! Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais.
      Verdade né! Eu amei este livro!
      Obrigada!

      Beijinhos...

      Excluir